domingo, 17 de abril de 2011

ANIVERSÁRIO DO LIVRO DOS ESPÍRITOS

O aniversário de 154 anos
d’O Livro dos Espíritos


O professor Hippolyte-Léon Denizard Rivail "desencarnaria", pois, na aurora daquele dia - 18/04/1857 - , em seu apartamento da  Rue des Martyres. Seria, no entanto, uma morte simbólica, misteriosa, transcendental, sem defunto a lamentar ou a chorar, porque, naquele radioso dia, renasceria, gloriosamente, na figura carismática do antigo sacerdote druida, que assinaria o "Livro dos Espíritos", constituindo-se no marco inicial da história do Espiritismo. Naquele dia, lá estava , na mostra do livreiro E. Dentu, na Galeria d`Orléans, no Palais Royal, a obra O Livro dos Espíritos, um livro in-8º, com o preço de 3 francos, constando na capa o nome: ALLAN KARDEC.
Por volta das oito horas do dia seguinte, Kardec desceu ao andar térreo do prédio e comunicou ao porteiro que as pessoas procurariam agora pelo Sr. Allan Kardec, como seria ele, daí em diante, por todos conhecido.
E assim, veio à publicação a obra que seria o marco inicial da história do Espiritismo Codificado.
(Fragmento da obra: Allan Kardec, A epopéia de uma vida. Demóstenes Jesus de L. Pontes)

 O dia 18 de abril de 2011 assinala o aniversário  de 154 anos d´O Livro dos Espíritos, a primeira e mais importante  obra  de  Allan  Kardec, o  Codificador da Doutrina Espírita, cujo advento, como tudo na obra de Deus, ocorreu no momento e no lugar certos.
Diz-nos Ernesto Bozzano, em seu livro “A Crise da Morte”, que as manifestações mediúnicas que deram origem à Nova Revelação se produziram no momento exato em que estavam maduros os tempos, para serem compreendidas, apreciadas e assimiladas. Se se houvessem produzido um século antes, teriam passado despercebidas e infecundas. “Cumpre, pois, se reconheça que a Nova Ciência da Alma nasceu na hora precisa, no seio dos povos civilizados.” (Obra citada, p. 92.)
É, assim, com justa satisfação que os espiritistas do mundo todo comemoram essa data, que evocamos neste momento para assinalarmos as inúmeras contribuições que a Doutrina ensinada pelos Espíritos trouxe à Humanidade terrena.
Na visão de Léon Denis, os princípios que decorrem da Nova Revelação - princípios ensinados pelos Espíritos desencarnados - são os seguintes:
·     Existência de Deus.
·     Imortalidade da alma.
·     Comunicação entre os vivos e os mortos.
·     Progresso infinito.
Segundo esses princípios – observa Léon Denis – a alma edifica por si mesma seu futuro. Conforme seu estado moral, os fluidos grosseiros ou sutis que compõem seu perispírito, e que ela atrai a si por seus hábitos e tendências, a arrastam  para as esferas inferiores, para os mundos de dor onde ela sofre, expia, resgata seu passado, ou então a levam para planetas felizes onde a matéria tem menos império, onde reina a harmonia, a bem-aventurança. (O porquê da vida, pp. 47 a 49.)

Como comemoração desta data tão importante para a Humanidade, a UME- Canoas (União Municipal Espirita de Canoas) promove, a partir desta Segunda-feira, 18/04/2011, aniversário do Livro dos Espíritos, a  5 ª SEMANA ESPÍRITA DE CANOAS!
SEGUE, ABAIXO, O CARTAZ E O CRONOGRAMA DO EVENTO.

UM CLIQUE NAS IMAGENS PARA ABRIR



Aguardamos a todos que puderem comparecer!
É preciso divulgar o Espiritismo! Se assim não fosse, em vão teria sido o trabalho da Codificação!
"O Espiritismo nos pede um tipo de caridade constante.... a caridade da sua divulgação"! (Emmanuel)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...