quinta-feira, 21 de abril de 2011

Prevenção da Obsessão - Orai e Vigiai

Existem constantes estudos da parte de médicos e cientistas para a extinção ou cura de doenças que são verdadeiros flagelos.
Hoje temos antibióticos;
A procura incessante da cura do câncer;
Cirurgias são feitas a todo dia para resolver problemas cardíacos;
Vacinas nos previnem de males sem fim;

Junto das enfermidades que atingem o corpo, encontramos  imenso número de doenças que desequilibram a mente. Uma dessas doenças é a obsessão.
A obsessão é uma doença de todos os tempos. Está instalada em todas as classes sociais, em todas as religiões, em todos os povos, em crianças e adultos;

Obsessão:  o que é?
Porque a contraimos facilmente?
Obsessor: o que é?
Obsessão: como se instala em nós?


Definição de obsessão:

No dicionário Aurélio: inpertinência, perseguição, mania, idéia fixa.
Na Doutrina Espírita: Ação persistente que um espírito ignorante da sua situação exerce sobre um indivíduo.

Livro dos Espíritos pergunda 459:
"Os espíritos influenciam em nossos pensamentos e atos?"
Muito mais do que imaginais. Influenciam a tal ponto que de ordinário, são eles que vos dirigem.

A obsessão é de todos os tempos. Não foi criada pela Doutrina Espírita. A Doutrina Espírita, o Consolador prometido por Jesus, apenas nos traz o entendimento da problemática obsessiva, mas sobretudo nos orienta sobre as formas de terapias preventivas e recuperativas para tratamento dessa doença da alma.

De que formas ocorre a obsessão:

Encarnado para encarnado
Encarnado para desencarnado
desencarnado para encarnado
desencarnado para desencarnado
Auto-obsessão

Tipos de obsessão:

Obsessão Simples:
Um grau bem mais leve. Ocorre com pequena influência nas atividades mentais e estados emocionais. Sutíl em alguns casos, evidente em outros. Pode ter um processo curto, médio ou longo prazo.

Fascinação:
Anula o senso crítico do obsidiado, perturbando o raciocínio.
Todos percebem, até o obsidiado.

Subjugação:
Afinidade quase perfeita, paralisando e dominando a vontade. Agindo sobre a mente e o corpo físico.

Consequências presentes em todos os tipos:

Angústias, incertezas, complexos, agressividade, depressão...



Reflexos no campo da conduta:

Atividades estranhas, ingestão de drogas...



Reflexos no campo físico:

Doenças orgânicas (com a intenção de desviar a atenção do obsidiado). A influência espiritual persiste atuando nos centros vitais desiquilibrando os orgãos e o sistema físico.







Assim como buscamos os recursos para termos uma saúde física boa, e esta busca muitas vezes evita o aparecimento de doenças, devemos agir da mesma forma em relação as doenças da alma: procurar evitá-las. O tratamento eficaz na cura da obsessão,  e não só cura, como evitá-la, é a prática do Evangelho, que nos ensina a "praticar o bem e a ser bom"!

O que é ser bom?
Como fazemos para nos tornarmos bons?

Recursos internos de que dispomos para a cura ou prevenção da obsessão:

Orar e vigiar:
Essas duas ações não retiram as pedras do nosso caminho, mas alimenta-nos de forças para transpormos estas pedras com paciência, serenidade, equilíbrio e fé. Pensando e vivendo no bem, atraímos para nossa volta somente o bem.
Jesus nos deixou bem claro, não só a necessidade da prece, mas também a vigilância dos nossos pensamentos.

Começamos nossa reforma interior pelo pensamento direcionado para o bem, passando para o verbo, para chegarmos então a vivência do que pensamos.

As influências de nossos irmãos menos esclarecidos vem de encontro às nossas tendências.
A obsessão decorre sempre de uma imperfeição moral, de uma invigilância; é nesse momento que abrimos a porta da nossa casa mental para a influência perturbadora.

No Evangelho Segundo o Espiritismo Cap. X
   "Bem aventurados os misericordiosos."
   "Reconcilia-te o mais depressa que puderes com o vosso inimigo, enquanto estais a caminho com ele." isso porque.... quando desencarnar-mos , virá a cobrança.

Prece:
Eis o remédio mais poderoso de que dispomos para remover o obsessor de seus propósitos maléficos. Elevamos frequencia vibratória cada vez que oramos.

Importante: obsessão e família...
Desenvolver o hábito da prece.

Busca do conhecimento
Prática do bem
Reforma Íntima
----Devemos nos esforçar para a pratica da caridade, mesmo que ainda não sejamos bons, condição que alcançaremos através da nossa reforma íntima.
----Nossa transformação para o bem é a maior prevenção e tratamento para a obsessão. Aumentamos o potencial de luz. Diminuimos potencial de sombras.

Recursos externos para a prevenção da obsessão:

Passe
Água fluída
Sessão Pública Doutrinária
Apoio familiar:
-----O berço doméstico é a primeira escola. Há um recurso que traz grandes benefícios para a familia: 'CULTO DO EVANGELHO NO LAR"
Oração em família amplia os horizontes mentais e eleva a alma na direção do bem.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...